Cirurgia pós gestação

Indicação

O período gestacional é um dos mais importantes na vida da mulher. Poder gerar uma criança é um sonho de quase todas as mulheres. Durante a gestação ocorrem muitas alterações no corpo da mãe, o útero progressivamente vai aumentando de tamanho e expandindo a pele do abdome. A musculatura abdominal vai se afastando da linha média e geralmente deixa uma fraqueza residual neste local. Podem surgir estrias por rompimento de fibras elásticas da pele no abdome.
Surge também a “linha nigra” (linha negra) na pele da região mediana do abdome que regride após o término da gestação.
As mamas aumentam de volume e as aréolas ficam escurecidas. Há um grande aumento de peso corporal associado.
Após o nascimento do bebê, a mulher entra num período chamado puerpério e segue com a amamentação.
Geralmente, após 8 a 10 meses já houve regressão de quase todas estas alterações anatômicas.
Dependendo de cada caso e da necessidade da mulher ter o seu corpo próximo ao de antes da gravidez pode ser necessário uma cirurgia plástica.
O ideal é aguardar de 10 a 12 meses após o término da gestação para fazer uma cirurgia plástica.

Cirurgias frequentes

- Mamoplastia (pode ocorrer ptose mamária ou involução pós-gravídica das mamas);
- Abdominoplastia (para retirar o excesso de gordura e flacidez de pele e fechamento da musculatura mediana);
- Associação mamoplastia + abdominoplastia;
- Lipoaspiração isolada ou em associação com os procedimentos acima;
- Tratamento de estrias;

Cuidados

Durante a gravidez deve ser usado cremes hidratantes pelo menos 2 vezes por dia em mamas e abdome, fazer atividade física com orientação profissional (hidroginástica é uma boa dica) e ter uma alimentação saudável a base de frutas, verduras, proteínas e carboidratos. Assim, as alterações durante a gestação vão ser minimizadas e serão mais fáceis de serem resolvidas com cirurgia plástica caso seja necessário.